ARGENTINA

 

Argentina fica no extremo sul da América do sul. É o oitavo  pais do mundo quanto à extensão depois do Canadá, Rusia, China, EE.UU, Brasil, Australia e Índia. Seu nome tem origem do latin “argentum”, prata. Os conquistadores espanhóis chamaram assim a região já que achavam que havia grandes quantidades desse mineral. O pais com 37 milhões de habitantes esta dividido em 22 provincias. Por seu tamanho, diferentes climas e relevos, a Argentina presenta paisagens muito diferentes:  altas montanhas, glaciares, desertos, praias e planícies.  

Buenos Aires

  

A cidade de Buenos Aires, Capital da República Argentina, esta situada na beira do Río de la Plata.  Com mais de 13 milhões de habitantes é considerada a capital do “Tango”.

Tango

O tango possui uma longa e valiosa trajetória como dança, música e poesia tendo o privilégio de representar a Argentina no exterior. A temática refere-se sempre ao homem comum e seus problemas, a cidade e suas lembranças. Bairros como San Telmo ou Boedo oferecem cada noite espetáculos de primeiro nível.

A avenida Corrientes, uma das avenidas mais importantes da cidade de Buenos Aires possui uma grande atividade cultural com importantes teatros, cinemas e bares. Os tangos evocam permanentemente a avenida Corrientes, como lugar íntimo do portenho (chamado assim o habitante de Buenos Aires pela proximidade do porto). É a avenida que acompanha ao tango desde suas orígens até a atualidade. 

Na  arquitetura de Buenos Aires misturam-se diferentes estilos, dando à cidade um aspecto de beleza indescritível. Entre os bairros de maior interesse turístico estão San Telmo,  La Boca, La Recoleta e Puerto Madero.

San Telmo

Sendo o bairro mais antigo da cidade, foi posto de moda por arquitetos e boêmios na década do sessenta. San Telmo converteu-se num costume dominical, o passéio pelo Mercado das Pulgas da praza Dorrego onde se pode encontrar toda clase de antiguidades.

La Boca

Pitoresco bairro localizado ao sudeste da Capital. Surgiu na segunda metade do século XIX quando imigrantes genoveses chegaram ao lugar construindo casas com chapas acanaladas e pintadas de un forte colorido. Atualmente resulta um lugar muito atrativo com os artistas rueiros expondo suas obras na concorrida rua Caminito.

La Recoleta

Bairro onde mora a burguesia portenha, La Recoleta é sobretudo conhecida por seu cemitério, o “cementerio de la Recoleta” cujo terreno pertencia aos monges recoletos, daí seu nome. De arquitetura européia, com numerosas lojas e restaurantes luxuosos, o visitante pode visitar a Igreja  “Nuestra Señora del Pilar” de estilo barroco e o Museu de Belas Artes.

Puerto Madero

Criado pela restauração de velhos depósitos portuarios, Puerto Madero povoou-se de lofts, luxuosos restaurantes , luxuosos escritórios e embarcadouros particulares convertendo-se a partir de 1992 en um lugar atrativo para os turistas.

As diferentes regiões que integram a Argentina são: Las Pampas, Patagonia, Cuyo, o Noroeste e o Nordeste.

Las Pampas

Esta região é uma extensa planície que cobre a quarta parta do território argentino. Abarca as provincias de Buenos Aires, La Pampa, sudeste de Córdoba e sul de Santa Fé.

É a região mais rica da Argentina sendo suas principais atividades a cria de gado e a produção de cereais e oleaginosas. Terra dos gaúchos, esses primeiros habitantes do campo argentino. Hoje são chamados assim as pessoas que gostam de cuidar do gado, domar cavalos e fazer trabalhos rurais.

No litoral da provincia de Buenos Aires ficam os principais balneários do país como a populosa Mar del Plata ou os exclusivos Pinamar e Cariló onde todos os anos miles de turistas desfrutam de suas lindíssimas praias e de suas atividades culturais.

Patagonia

A Patagonia, uma das regiões mais atrativas do país, fica no extremo sul da Argentina. Abarca as provincias de Neuquén, Río Negro, Chubut, Santa Cruz e Tierra del fuego. 

Sua superfície representa um terço do território nacional com uma população muito baixa, ao redor de 2 milhões de habitantes. Seu aporte na economia nacional é muito importante: petróleo, gás, frutas (maçãs, peras, pêssegos), produtos do mar e lãs. A Patagonia é reconhecida internacionalmente pela grande variedade e beleza de sua paisagem. Na provincia de Río Negro fica Bariloche, tradicional centro de inverno, sua pitoresca cidade e a beleza do lago “Nahuel Huapi”. O glaciar Perito Moreno, ubicado dentro do parque nacional “Los Glaciares” ao SO da provincia de Santa Cruz, é um impoente rio de gelo que chega a mais de 60 m de altura e 3 km de comprimento, do qual caem grandes pedaços de gelo no medio de um grande ruído, verdadeiro espetáculo para os visitantes. A Península de Valdés no litoral marítimo da provincia de Chubut, oferece a visita anual das baleias francas (entre julho e dezembro) além da presença de pingüins e lobos marinhos. Ushuaia, pitoresca cidade de Tierra del Fuego, localizada na beira do canal de Beagle, é o centro urbano mais austral do mundo, caracterizado por seu porto exportador de lã, a base Naval e o peculiar Museu do Fim do Mundo.

 

 

Cuyo

 

Esta região limita ao leste por áridas planícies e ao oeste pela cordilheira dos Andes, encadeiamento montanhoso contínuo, largo e de grande altura, no qual sobressaem os cerros Aconcagua (6959 m) e Tupungato (6959 m).

A região dividida pelas provincias de Mendoza, San Juan, La Rioja e San Luis têm diferentes e magníficas paisagens. Em Mendoza fica o “Valle de las Leñas” (Mendoza) reconhecido centro invernal e as vinhícolas, produtoras dos melhores vinhos da América do Sul. Pode-se percorrer adegas, provar vinhos e fazer excurções pelas montanhas. A provincia de San Juan oferece aos visitantes o atrativo “Valle de la Luna” (Vale da Lua),  pitoresca depressão de 25 km de comprimento por 10 km de largo no qual a erosão do vento e da agua foram esculpindo ao longo do tempo formações de pedra que tomaram as mais curiosas formas.

 

Noroeste

 

 

Abarca os territórios de cinco provincias: Jujuy, Salta, Catamarca, Tucumán e Santiago del Estero. Todo o noroeste possui terra rica em história e tradicão provindo dos tempos pre-colombinos. O visitante pode desfrutar de suas coloridas festas e de  seus saborosos vinhos e comidas. Também se pode adquirir artesanatos e tecidos feitos com finas lãs de lhamas.

O noroeste é a região das altas montanhas, imensos volcães e céu claro. Possui entre suas mais importantes belezas a “Quebrada de Humahuaca”, os “Valles Calchaquíes” e a cidade de Salta con sua arquitetura colonial. É a terra da “Pachamama”, a mãe terra como seus habitantes a denominavam. O turista pode desfrutar da paisagem viajando pelo famoso “Trem das nuvens”, un dos mais elevados do mundo.

 

Nordeste

 

As Cataratas do Iguaçú e as Ruínas Jesuíticas de San Ignácio na provincia de Misiones conformam o atrativo turístico da região. As cataratas ficam na fronteira de Argentina com o Brasil. Com um total de 275 saltos oferecem aos turistas uma excitante combinação de fantásticas vistas, como a Garganta do Diabo onde o rio cai desde 80 metros. O rio Iguaçú que nasce a 1200 km ao leste de Brasil, perto do oceano Atlantico vai fazendo numerosos ziguezagues e recebendo as águas dos rios que contribuem a aumentar seu caudal. O impressionante lugar também possui uma flora exuberante, orquídeas e flores tropicales de atrativas cores, além de uma variada e exótica fauna tropical que surpreende o turista a cada passo. Passarelas e pontes permitem percorrer esta incrível obra da natureza.

As Ruínas de San Ignácio ficam a 60 km de Posadas, capital da provincia. Foram declaradas Patrimônio da Humanidade pela Unesco. São o selo da grande obra missionária empreendida pelos jesuítas com os indígenas da zona no século XVII.